Visitas Únicas Hoje: 192
Total Visitas Únicas: 2085407
86 usuários online
Documento sem título
 
 
 

Artigos







Aquela Medjugorje
Clique na imagem para ampliar.



Testemunho de Mark Mallet - EUA

Pouco antes de embarcar em meu vôo de Roma até a Bósnia, eu ouvi uma história nas notícias citando o Arcebispo Harry Flynn de Minnesota, EUA em sua viagem a Medjugorje. O Arcebispo estava contando um almoço ele teve com Papa João Paulo II e outros bispos Americanos em 1988:

A sopa estava sendo servida.  O Bispo Stanley Ott de Baton Rouge, LA, que já se foi para Deus, pediu ao Santo Padre:  “Santo Padre, o que você pensa sobre Medjugorje?"

O Santo Padre continuou tomando a sua sopa e respondeu:

"Medjugorje? Medjugorje? Medjugorje? Somente boas coisas estão acontecendo em Medjugorje. Estão rezando por lá.  As pessoas estão indo para Confissão. Estão adorando a Eucaristia e as pessoas estão se voltando para Deus.  E, só boas coisas parecem estar acontecendo em Medjugorje." www.spiritdaily.com, 24 de outubro, 2006

Realmente, foi disso que eu ouvi vindo e de Medjugorje, milagres, especialmente milagres do coração. Eu tenho vários membros de minha família que experimentaram conversões e curas profundas depois de visitar aquele lugar.

MILAGRE NA MONTANHA

Uma Tia minha começou a longa subida em direção ao cume do Monte Krezevac vários anos atrás. Ela sofria de uma artrite terrível, mas quis fazer a subida de qualquer maneira. A próxima coisa que ela conheceu, foi que de repente ela estava no nível superior, e toda sua dor tinha sumido. Ela estava fisicamente curada. Ambos ela e seu marido se tornaram profundamente Católicos e comprometidos. Eu rezei o Rosário a seu lado na cama , antes dela morrer.

Dois outros parentes falaram de curas tremendas interiores. Uma, que era suicida, disse a mim repetidamente, "Maria me poupou." A outra, tendo experimentado a profunda ferida do divórcio, foi profundamente curada em sua visita a Medjugorje, algo que ela fala até estes dias, vários anos já são passados.

O Carro de Maria

No início deste ano, eu escrevi uma nota para o nosso ministério, sugerindo a possibilidade de que alguém doasse um carro. Eu estava tentado simplesmente a tomar um empréstimo e comprar um carro antigo. Mas eu senti que precisava esperar. Rezando diante do Santíssimo Sacramento, eu ouvi as palavras, "Deixe-me dar presentes a você. Não busque nada por você mesmo."

Dois meses depois que eu escrevi o pedido, eu recebi um e-mail de um senhor que não vivia a mais de quatro horas distante de nós. Ele tinha um Saturno 1998, só com 90.000 km (56.000 milhas). A sua esposa faleceu; era o carro dela. "Ela teria querido que você o tivesse ," ele disse.

Quando eu vim para buscar o carro, não existia nada de ornamentação nele — nada além de um pequeno ornamento com um retrato de Nossa Senhora de Medjugorje. Nós o chamamos  "Carro de Maria".

A Estátua que Chora

Em minha primeira noite em Medjugorje, uma jovem líder de peregrinação bateu na minha porta. Estava bastante atrasado e eu podia ver ela estava excitada. "Você precisa vir para ver a estátua de bronze do Cristo crucificado. Ela está chorando."

Nós nos aventuramos para fora, na escuridão até chegarmos ao grande monumento. De Sua cabeça e braços estavam correndo algum tipo de fluido que ela disse que ela só vira uma vez antes. Os peregrinos se juntavam ao redor, aplicando lenços à estátua onde quer que o óleo estivesse gotejando.

Realmente, do joelho direito da estátua tinha saído um fluido já há algum tempo. Durante os meus quatro dias de permanência

no local, não existia nenhum momento em que não estivessem, pelo menos uma meia dúzia de pessoas ao redor da estátua tentando perceber, pelo menos, um vislumbre do fenômeno, tocando-a em clima comovedor, beijando-a e rezando.

O MAIOR MILAGRE

O que tocou mais o meu coração em Medjugorje foi a oração intensa que lá ocorria. Como eu escrevi em "Um Milagre de Misericórdia", quando eu caminhava na agitação e alvoroço da Basílica de São Pedro, em Roma, essas palavras vieram ao meu coração, "Se as Minhas pessoas fossem assim como é adornada esta igreja!"

Quando eu cheguei a Medjugorje e testemunhei aquela poderosa devoção, eu ouvi as palavras, "Estes são os adornos que eu desejo!" Longas filas para os confessionários, estendendo-se em várias direções, Missas em rezadas vários idiomas durante o curso do dia, Adoração Eucarística à Tarde e à Noite, a famosa subida do Monte Krizevac em direção à cruz branca… Eu fui profundamente atingido pelo fato de quanto Medjugorje é centrada em Cristo. Não é o que se poderia se esperar, dado que as alegadas aparições de Maria são a razão principal do enfoque desta aldeia. Mas a legitimidade da espiritualidade Mariana autêntica é o que leva a uma para uma relação íntima e viva com a Trindade.  Eu experimentei isso poderosamente, em meu segundo dia por lá “também conto em meus escritos”.

A MISSA ANGELICAL

Eu tive o privilégio de conduzir a música na Missa em Inglês, na minha terceira manhã por lá. A igreja estava cheia enquanto os sinos tocavam começando a Missa. Eu comecei a cantar, e me pareceu desde a primeira nota, que nós todos estávamos submersos em uma paz sobrenatural. Eu ouvi de muitas pessoas que ficaram profundamente comovidas na Missa, como eu ficara. 

Uma mulher, em particular, chamou minha atenção mais tarde durante a ceia. Ela começou a explicar como, na consagração, de repente ela viu a igreja começar a se encher de anjos. "Eu podia ouvi-los cantando… era tão alto, tão bonito. Eles vieram e se ajoelharam com o rosto no chão antes da Eucaristia. Estava espantada… meus joelhos começaram a tremer." Eu podia ver que ela estava visivelmente comovida. Mas o que realmente me tocou foi isso: "Depois da comunhão, eu podia ouvir os anjos que cantavam em quatro harmonia separadas em sua canção. Era muito bonito."

E era uma canção que eu tinha escrito!

O Dom Das LÁGRIMAS

Um dia, durante o almoço, uma mulher grande se sentou em frente a mim fumando um cigarro. Quando alguém mencionou o óbvio perigo de fumar, ela fez uma confissão sincera. "Eu realmente não me importo muito comigo mesmo, e então eu fumo." Ela começou a nos contar sobre o seu passado que foi bastante duro. Como uma forma de lidar com isto, ela só ria. "Em vez de chorar, eu dou risada. É o meu modo de lidar com o acontecido… não enfrentando as coisas. Eu não chorei em muito tempo. Eu não me permitirei chorar."

Depois do almoço, eu a parei na rua, segurei o seu rosto em minhas mãos e disse: "Você é bonita, e Deus a ama tanto. Eu rezo para que Ele dê a você o ‘dom das lágrimas '. E quando acontecer, só deixe que elas fluam."

No meu último dia, nós tomamos o café da manhã na mesma mesa. "Eu vi Maria," ela disse a mim radiante. Eu lhe pedi que me contasse tudo sobre isto.

"Nós estávamos subindo a montanha quando minha irmã e eu olhamos no sol. Eu vi Maria de pé atrás dele e o sol estava posicionado acima de seu ventre. O Jesus, como bebê, estava dentro do sol. Era tão bonito que eu comecei a chorar e eu não podia parar. Minha irmã viu a cena também." 

"Você conseguiu o ‘DOM DAS LÀGRIMAS!’" eu me regozijei. Ela se foi também, me pareceu, com o dom da Alegria.

A Alegria ENCARNADA

Às 8:15 am, no meu terceiro dia em Medjugorje, Vicka a vidente iria falar com os peregrinos ingleses. Nós caminhamos ao longo de uma trilha sinuosa e suja através dos vinhedos, até que nós finalmente chegamos à casa do seu pai. Vicka permaneceu sobre uns degraus de pedra de onde ela começou a falar à multidão que crescia. Isso fez-me pensar sobre o o impromptu da pregação de Pedro e Paulo nos Atos dos Apóstolos.  

Eu pensava que ela iria simplesmente repetir a mensagem que ela reivindica que Maria estava dando ao mundo hoje, chamando-nos à "Oração de Paz, Conversão, Fé, e Jejum". Eu assisti cuidadosamente como ela proclamou a mensagem que ela já havia nos dado milhares de vezes no curso de 25 anos, desde que as aparições começaram. Sendo um locutor e cantor público, eu sei como é repetir a mesma mensagem inúmeras vezes, ou cantar as mesmas canções centenas de vezes. Às vezes você tem que forçar um pouco o próprio interesse. 

Mas enquanto Vicka falava conosco através de um tradutor, eu comecei a assistir esta mulher se iluminar com encanto. A um ponto da prédica, ela pareceu quase incapaz de conter a sua alegria enquanto nos encoraja que fossemos obedientes às mensagens de Maria. (Se elas vêm de Maria ou não, elas certamente não contradizem os ensinamentos da Fé Católica). Por fim, eu tive que fechar os olhos e me deixar embeber pelo momento... um momento da alegria desta pessoa ao ser fiel à missão recebida. Sim, essa era a fonte de sua alegria:  fazer a vontade de Deus. Vicka demonstrou como o mundano e habitual pôde ser transformado quando feito com carinho; Como nós podemos ser transformados por nossa obediência, em amor e alegria.

INTERSEÇÃO do CÉU COM a Terra

Aconteceram muitos outros milagres sobre os quais eu ouvi enquanto estive lá… dois irmãos viram os olhos de Maria se mover em uma famosa estátua de Nossa senhora de Lourdes dentro da Igreja de São Tiago. Ouvi contar sobre pessoas testemunhando o sol pulsando e mudando de cores. E eu ouvi contar sobre pessoas vendo Jesus na Eucaristia durante a adoração.

Em meu último dia quando eu estava deixando meu hotel para pegar o meu táxi, eu encontrei uma senhora que estava em Medjugorje sozinha. Eu me sentei junto a ela e nós conversamos por alguns momentos. Ela me disse, "eu me sinto perto de Maria e de Jesus, mas eu quero experimentar a presença do Pai de um modo mais profundo." Meu coração saltou enquanto que como um choque elétrico atravessou o meu corpo. Eu saltei e fiquei de pé.  "Você se importa se eu rezar com você?" Ela concordou. Eu pus as minhas mãos na cabeça desta filha, e pedi que ela tivesse um encontro profundo com o Pai. Quando eu entrei no táxi, eu soube que esta oração iria ser respondida.

Eu espero que ela me escreva para contar a mim tudo sobre o ocorrido.

O Arcebispo Flynn disse:

Em sua carta aos Romanos, Santo Inácio escreveu:  "Dentro de mim está a água viva que diz bem no fundo de mim: ‘Venha para o Pai.’"

Existe algo daquele anelo em todos aqueles peregrinos que visitaram Medjugorje. De alguma maneira existe algo fundo dentro deles que continua clamando, "Venha para o Pai." —Ibid.

Uma comissão da Igreja terá ainda que julgar sobre a validade das aparições. Eu respeitarei qualquer que seja o resultado que venha a se dar. Mas eu sei o que vi com meus próprios olhos:  uma fome e um amor profundos por Deus. Eu uma vez ouvi que as pessoas que vão a Medjugorje voltam como apóstolos. Eu encontrei muitos destes apóstolos — vários que voltavam a essa aldeia pela quinta ou sexta vez — uma voltara até pela décima quinta vez! Eu não perguntei por que eles voltavam. Eu soube o porquê. Eu o experimentei também. O Céu está visitando Terra neste lugar, mais particularmente através dos Sacramentos, mas também de um modo muito pronunciado e especial. Eu também experimentei Maria de uma maneira que me tocou profundamente e acho que isso me transformou.

Eu tendo lido as suas mensagens, tentado vivê-las e testemunhar sobre o seu fruto; eu tenho dificuldade em não acreditar que algo divino esteja ocorrendo. Sim, se Medjugorje fosse obra do diabo, seria o maior engano que ele já houvera cometido.
 

É impossível para nós não falar sobre o que nós vimos e ouvimos. (Atos 4:20)

 






         VEJA MAIS:

 
© Copyright 2005-2014 - www.medjugorjebrasil.com - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Espacojames
 
Site Meter